Cabeçalho + Menu


quarta-feira, 19 de julho de 2017

Curso de Citogenética Humana



Inscrições abertas para curso de Citogenética Humana oferecido pela NAC - Núcleo de Aprimoramento Científico.

O curso é presencial-teórico para nível intermediário e ocorrerá no dia 03/09/2017.
As inscrições podem ser feitas online aqui.



Público-Alvo:  alunos de graduação, pós-graduação e formados na área da saúde: Biomedicina, Medicina, Biologia e áreas afins.



Valor: R$ 147,00.
Local: Jardim Paulista, São Paulo - SP


Objetivos: Abordar os conceitos básicos do DNA, composição do cariótipo, aplicabilidade dos exames, tipos de alterações, síndromes, protocolos, cariograma, nomenclatura citogenética, Proficiência em Citogenética pelo College of American Patologists (CAP) entre outros, a fim de trazer os conhecimentos da prática do profissional e a aplicação das técnicas no dia a dia do citogeneticista.

Para mais informações acesse a página no facebook ou o site.

terça-feira, 18 de julho de 2017

Inscrições abertas para o Workshop em Bioinformática da UTFPR



O Programa de Pós-Graduação em Bioinformática da UTFPR, Câmpus Cornélio Procópio promove o Workshop em Bioinformática da UTFPR 2017, que acontecerá nos dias 24 e 25 de Agosto de 2017, com a proposta de reunir estudantes, pesquisadores e o setor privado para tratar do tema Bioinformática e suas aplicações. Serão abordados temas diversos na área, desde conceitos introdutórios a aplicações práticas, os quais são fundamentais para compreensão de diferentes problemas biológicos, como também as soluções computacionais envolvidas. 

O evento tem como finalidade contribuir para a introdução dos participantes na área de bioinformática. Em particular, também tem o objetivo de apresentar o programa para a comunidade, ampliar as colaborações entre os pesquisadores da área e fomentar potenciais candidatos ao programa de Mestrado em Bioinformática.

Público Alvo: Estudantes de graduação, de pós-graduação, professores, pesquisadores e profissionais das áreas de Bioinformática, Engenharias e Ciências da Computação, Ciências Biológicas, Matemática e Estatística, Física, Química e áreas correlatas.

Inscrições abertas até o dia 24/08/2017. 
Valor da inscrição: R$ 20,00
A data da submissão: até o dia 30/07/2017.
Para mair informações, acesse.

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Unesp de Assis desenvolve estudo de repercussão internacional

     

     Os professores José Celso Rocha e Marcelo Fábio Gouveia Nogueira, do Departamento de Ciências Biológicas da Unesp de Assis, em parceria com a Dra. Cristina Hickman, do Boston Place Clinic de Londres, desenvolvem uma pesquisa pioneira na aplicação de redes neurais para classificação de embriões humanos. 


As equipes da UNESP, do Imperial College London e da University of Oxford envolvidas com o trabalho
   O trabalho foi apresentado no European Society of Human Reproduction and Embryology – ESHRE 2017, em Genebra na Suíça e obteve repercussão internacional em vários meios de comunicação como os britânicos Daily Mail, Express, Sky News, The Independent, The times, o indiano India Today, o Medical Xpress, Science Newsline e HiTech Days e como pesquisa destaque no CRUESP e no portal da UNESP.

Imagem do Blastocisto processada

   O estudo usa a Inteligência Artificial para melhorar a avaliação da morfologia de blastocisto, embrião com poucos dias de vida composto por aproximadamente 200 células e que apresenta uma estrutura celular mais diferenciada. O blastocisto representa o estágio de desenvolvimento embrionário prévio à implantação no útero materno.

Cristina Hickman
    Confira também a entrevista da Dra. Cristina Hickman para a página no facebook do Congresso aqui.

      Para mais informações sobre a pesquisa acesse o site da ESHRE 2017.

Os professores responsáveis da UNESP José Celso e Marcelo (ao fundo), Beatrice, João Guilherme, Matheus, Doris, Eleonora e Diogo (esq. para dir.)

      Contato dos pesquisadores:
      José Celso Rocha - jcelso@assis.unesp.br
      Marcelo Fábio Gouveia Nogueira - marcelo@assis.unesp.br

Todas as informações e fotos foram fornecidas pelos autores da Unesp de Assis.

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Alunos de Ciências Biológicas visitam Museu de Paleontologia de Marília

No dia 30 de julho os discentes do 1º ao 3º ano do curso de graduação de Ciências Biológicas da FCL – ASSIS visitaram o Museu de Paleontologia situado na cidade de Marília. A excursão foi organizada pelo C.A – Centro Acadêmico Aiguara em parceria com a docente Dra. Solange Bongiovanni.

Foto cedida pelo C.A. Aiguara


Guiados pelo paleontólogo William Nava, os discentes puderam explorar todas as informações e registros fósseis presentes no museu, além da visita em área nos arredores da cidade, onde foram encontrados registros fósseis.

Dra. Solange Bongiovanni
Dra. Solange Bongiovanni – Docente do Departamento de Ciências Biológicas

“Atividade de campo para mim, formada em geologia era primordial para o entendimento do que se estudava em sala de aula. Mesmo formada a muitos anos, me lembro da maioria dos locais em que visitei em meus cinco anos de curso. Ao vir trabalhar em Assis, ministrando a disciplina Geologia e Paleontologia, rapidamente montei uma viagem para a UNESP- Rio Claro, para os alunos visitarem os museus de mineralogia e paleontologia. Para o aluno é sempre uma surpresa! Depois de 25 anos trabalhando no Departamento de Ciências Biológicas e com diversas saídas a campo, a viagem ao Museu de Paleontologia, foi bastante significativa, pois começou com uma ideia do CA Aiguara  que me convidou para se juntar ao projeto. Eu fiquei muito impressionada com as amostras de fósseis encontradas no museu, pequeno, duas salas, mas, com informações extremamente relevantes para a Paleontologia brasileira. E o Willian Nava, simplesmente de uma dedicação impressionante à Paleontologia. Ouvir sua palestra, ver sua alegria estampada no rosto, foi enriquecedor. Muitos dos alunos, também ficaram com brilho nos olhos ao tentar encontrar restos de fósseis no afloramento de rochas em que visitamos, quem sabe sairá um paleontólogo dessa turma.
Já estou esperando  por 2018!!!”


Ramon Bailon
Ramon Bailon – 3º ano
“No primeiro semestre do terceiro ano temos a disciplina de paleontologia que nos mostra o que existia na terra em eras e períodos mais remotos, seja no reino vegetal, animal e até em microrganismos, o que hoje em dia é conhecido como paleobiologia. Com a viagem realizada pelo C.A. tivemos uma aula prática fora da universidade, o que foi muito satisfatório para mim. Pude observar os principais achados na região como o Marilisuchus que fica guardado no museu de paleontologia de Marília, um dos poucos no estado de São Paulo. Foi possível observar também estratos de rocha quando visitamos o ‘sítio arqueológico’ na estrada e vimos como os paleontólogos trabalham. Foi um passeio muito válido e enriquecedor!”





Sara Nolasco
Sara Nolasco Catanho – 2º ano 
“Participar da viagem ao Museu de Paleontologia de Marília foi, para mim, dentre outros tantos adjetivos e termos, uma experiência gratificante e enriquecedora. Não apenas como graduanda do curso de Biologia mas também como co-organizadora do evento pelo Centro Acadêmico Aiguara. Tivemos a oportunidade de conversar com o historiador, jornalista e amante de Paleontologia, William Nava, cuidador do Museu e ao meu ver, praticamente o fundador. Fomos recebidos com total atenção e cuidado. Era notável a satisfação dele (William) em nos transmitir todo o conhecimento de vivência de campo que ele possui. Pudemos ver isso principalmente durante a visita ao Sítio Paleontológico, onde ele, carinhosamente, nos mostrava os paredões rochosos onde um dia fósseis já foram encontrados (houveram até pessoas inspiradas na busca por esses fósseis). Pra mim o mais gratificante de tudo, além de ter feito parte da equipe que ajudou a fortalecer para que o evento acontecesse, foi ver o despertar da paixão pela Biologia que se fez presente nos olhos de muitos dos meus colegas. Sejam nos paredões, sejam nos fósseis, na troca de vivências com o William (inclusive o brilho no olhar dele também, que era mais que especial), seja na vegetação do Sítio, nos insetos encontrados por alguns amantes ali.. enfim. Acredito que pra mim isso foi o mais essencial dessa viagem. Fazer de fato esse resgate e nos mostrar o motivo pelo qual estamos aqui e resolvemos cursar Biologia!”



William Nava - paleontólogo e guia.
(Foto cedida pelo C.A. Aiguara)
Alunos do Curso de Ciências Biológicas
(Foto cedida pelo C.A. Aiguara)


(Foto cedida pelo C.A. Aiguara)

(Foto cedida pelo C.A. Aiguara)